Google

Pilates e ca de mama

por

PILATES COMO ALIADO AO CÂNCER DE MAMA

O mês de outubro é um mês dedicado à conscientização do câncer de Mama. Você sabia que o método Pilates pode ser um ótimo recurso ao câncer de mama?

O diagnóstico, assim como o tratamento do câncer de mama provocam alterações tanto no corpo quanto no psicológico das mulheres.

A perda total ou parcial da mama e dos cabelos, símbolos da sexualidade e feminilidade feminina, deixam normalmente as mulheres aflitas e inseguras com o próprio corpo e podem levar a depressão.

A atividade física já tem sido muito recomendada como forma de amenizar os efeitos da depressão, o Pilates em especial, tem como vantagem o bai

xo impacto sobres às articulações, a capacidade de adaptação às necessidades e habilidades de cada pessoa e, ajuda a diminuir o nível de stress por trabalhar a conexão entre corpo e mente.

O Pilates (ou qualquer outra atividade física) deve ser suspenso durante a quimioterapia e a radioterapia e/ou com concentração de leucócitos abaixo do desejado.

O tratamento pode provocar sensações pontuais de fadiga muscular e perda de força, conhecido como astenia. A cirurgia, com a retirada total ou parcial da mama provoca diversas alterações posturais. A amplitude da articulação do ombro fica comprometida, há diminuição considerável de força muscular no braço, que é privado de alguns movimentos, um ombro tende a ficar mais alto que o outro, há aumento da cifose torácica e uma tendência ao surgimento ou agravamento de escoliose.

O Pilates então atua no alinhamento corporal, restabelecendo a postura do tronco; promove a organização escápulo-umeral e; devolve a mobilidade do ombro. Deve-se priorizar os exercícios de alongamento e de contração isométrica e concêntrica, evitando-se os exercícios excêntricos pela maior capacidade de provocar microlesão muscular. É fundamental que o instrutor tenha conhecimento sobre a recuperação cirúrgica, para que respeite as amplitudes de movimento em cada fase do pós- operatório.

O Pilates vai aumentar a auto-estima, melhorar as dores na articulação dos ombros, melhorar a mobilidade escápulo-torácica, preparar a mulher pra suas atividades do dia-a-dia, sendo um suave recomeço às atividades físicas.

Lembrando que a prática de atividade física é um fator de proteção contra o câncer, procure sempre se manter ativo, em todas as fases da vida. Mulheres ativas tem menor risco de desenvolver a doença.

Se você ainda não conhece o Método Pilates, procure conhecer, a grande maioria dos estúdios de Pilates oferece aula experimental gratuita. Se já conhece, indique, convide uma amiga. O importante é sempre manter o corpo em movimento!

 

Marina Medina.

 

Dra Vivian Campos - médica CRM SC 15.858/ CRM SP 128.588                               (47) 34339920 Joinville- SC

Deixe seu comentário aqui